°C °C

Conferência Estadual de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de SC começa em Florianópolis

Com o tema Democracia, Trabalho e Educação na Saúde para o Desenvolvimento: Gente que faz o SUS acontecer, começou nesta terça-feira, 9, a 4ª Confe...

09/07/2024 às 20h51
Por: Redação Fonte: Secom SC
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

Com o tema Democracia, Trabalho e Educação na Saúde para o Desenvolvimento: Gente que faz o SUS acontecer, começou nesta terça-feira, 9, a 4ª Conferência Estadual de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Santa Catarina. O evento vai até 11 de julho, em Florianópolis, e é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Conselho Estadual de Saúde (CES), em parceria com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems).

O secretário de Estado da Saúde, Diogo Demarchi, deu as boas vindas a todos. ““Esse encontro é muito importante para aprimorar os conhecimentos e poder trocar experiências com profissionais tão dedicados da área da saúde. Acredito que juntos, ouvindo as demandas de cada região e compartilhando informações, podemos encontrar soluções eficazes para atender melhor a nossa população. A qualificação dos nossos profissionais é fundamental para garantir um atendimento de qualidade”, afirma

Continua após a publicidade

Durante a etapa estadual serão analisadas e votadas as propostas constantes nos relatórios das sete conferências macrorregionais que ocorreram entre maio e junho deste ano. Nesses encontros foram escolhidos os delegados e as propostas, das regiões e dos municípios, baseadas no Tema Central e nos três eixos de discussão, com abrangência estadual e/ou nacional.

Continua após a publicidade
Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

“Queremos destacar a importância das pessoas que fazem o SUS acontecer para o desenvolvimento dos sistemas de saúde e para o desenvolvimento da sociedade brasileira. Por isso, é tão importante o investimento nas condições de trabalho e na qualificação dos trabalhadores”, destaca a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGTES/MS), Isabela Cardoso de Matos Pinto.

Continua após a publicidade

Na quarta-feira, 10, os participantes irão se dividir em grupos de trabalho para debater as propostas. Já na quinta-feira, no último dia do encontro, serão eleitos 40 delegados e definidas as propostas, que seguirão para a etapa nacional, em Brasília, entre os dias 10 e 13 de dezembro.

Este ano, a Conferência Nacional de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde traz para debate e avaliação as políticas do trabalho e da educação na saúde para (re)formulação de diretrizes e propostas que confirmem a política pública de saúde de forma permanente e consolidada, resistente a conjunturas adversas, com devido monitoramento pelos conselhos de saúde. O tema escolhido é para dar visibilidade às trabalhadoras e aos trabalhadores do SUS, bem como da luta por seus direitos no trabalho e sua realização que atenda às necessidades da população usuária, reconhecendo o valor das pessoas que fazem o SUS acontecer.

Os eixos temáticos são:

I – Democracia, Controle Social e o desafio da equidade na gestão participativa do trabalho e da educação em saúde;
II – Trabalho digno, decente, seguro, humanizado, equânime e democrático no SUS: uma agenda estratégica para o futuro do Brasil;
III – Educação para o desenvolvimento do trabalho na produção da saúde e do cuidado das pessoas que fazem o SUS acontecer: A saúde da democracia para a democracia da saúde.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários